VEJA 4 BENEFÍCIOS DO MARKETING DE CONTEÚDO PARA O SEU NEGÓCIO


Você já ouviu falar no Prêmio Content Marketing Awards? Trata-se de uma iniciativa do Content Marketing Institute, empresa peso-pesado em Marketing de Conteúdo nos Estados Unidos. A premiação traz sempre uma lista de cases instrutivos para quem é do ramo ou se interessa pelo assunto, e na lista dos laureados de 2016 há histórias incríveis que todo empreendedor deve conhecer.

O que mais chamou atenção na edição do prêmio esse ano foi a percepção da consistência dos benefícios do Marketing de Conteúdo. Presente nas estratégias de negócios das principais marcas globais, listamos os principais deles no post de hoje:

1. EFETIVIDADE DA COMUNICAÇÃO

Não há mais como negar o fato de que a mídia tradicional tem sido cada vez menos eficiente. O modelo tradicional de publicidade está desgastado e exige, a cada nova campanha, mais investimentos para obter resultados. Ainda assim, o nível de atenção do consumidor atingido, que nem sempre faz parte do público-alvo da empresa, reduziu drasticamente com o advento das novas tecnologias.

Por outro lado, o tempo dedicado às redes sociais e às mídias digitais cresce cada vez mais. O Marketing de Conteúdo concorre, hoje, em disponibilidade, retenção e principalmente em prestígio com as mídias tradicionais, levando vantagem em todos os quesitos por investir em estratégias focadas no consumidor certo.

2. SINTONIA COM A PERSPECTIVA DOS CLIENTES

A comunicação tradicional é sempre de mão única: trata-se de um monólogo cerimonioso e distante em que as empresas apenas conseguem emitir suas mensagens, sem obter retorno da outra parte.

Já o Marketing de Conteúdo é interativo e social por natureza. Ele interage o tempo inteiro com o consumidor, trocando ideias, conhecimentos e acatando sugestões e opiniões, fator que aproxima as marcas diretamente de seus públicos.

Com a comunicação mais estreita e direta, o alinhamento de perspectivas e modos de pensar surge como uma consequência natural, permitindo às empresas conhecerem seu público a fundo e investir em suas dores e necessidades.

A empatia com o seu mercado-alvo é um prêmio valioso, e as marcas que investem em Marketing de Conteúdo estão conseguindo obtê-la com esforços bem planejados e visão estratégica.

3. AUMENTO DA RELEVÂNCIA DA MENSAGEM

Outro ponto importante constatado pelo Marketing de Conteúdo é a formação de “evangelizadores da marca”. Pense na lógica das redes sociais: os amigos são formadores de opinião naturais, e seus compartilhamentos, reações espontâneas e feedbacks positivos valem ouro.

Na internet, consumidores satisfeitos são fruto de uma identificação de valores autêntica e legítima com os produtos e serviços oferecidos por uma empresa, tornando-os poderosos porta-vozes das marcas para toda a sua rede de relacionamentos. O Marketing de Conteúdo conquista essa identificação pessoal como nenhuma outra modalidade de comunicação!

4. MAIOR ALCANCE COM MENOS CUSTOS

Finalmente, esse talvez seja o benefício econômico mais relevante do Marketing de Conteúdo, e o que mais o diferencia das mídias tradicionais. Os usuários podem compartilhar conteúdos com os quais se identificam sem que você tenha que arcar com nenhum custo, aumentando o alcance de um texto, anúncio ou campanha, por exemplo.

Em outras palavras, o compartilhamento multiplica o efeito de uma mensagem, levando-a a um número maior de pessoas sem que a empresa precise pagar a mais por isso. Publicando conteúdos relevantes para o seu público, você certamente alcançará um número muito maior de usuários.

A edição 2016 do Content Marketing Award comprova que a fase de testes passou: o Marketing de Conteúdo já mostrou a que veio para ficar e beneficiar todo tipo de empreendimento. Quer continuar por dentro das melhores estratégias para o seu negócio? Siga nossa página e fique por dentro das novidades: Gugs Consulting.

Fatos Importantes do Marketing Digital que você precisa saber


Aqui está uma definição rápida que eu tirei da pesquisa do Google …

“O marketing digital é um termo que tem sido utilizado um bom tempo, mas que não foi muito bem definido, abrangendo coisas como banners publicitários, search engine optimization (SEO) e pagamento por clique. No entanto, esta é uma definição vaga. “

O marketing digital está mudando porque os sistemas de marketing tradicionais já não fornecem resultados satisfatórios. Antes, era tão simples comprar espaço publicitário e ajustar sua taxa de conversão, mas o único canal para fazer isso era em sites de nicho relevantes. Agora temos uma infinidade de novas plataformas que mudam a forma como nos envolvemos com o nosso público. Por exemplo, dispositivos móveis, redes de mídia social, tráfego orgânico e até mesmo aplicações móveis. Com um número crescente de pessoas usando diferentes dispositivos para navegar e ler conteúdo on-line, é ainda mais importante que façamos uma mudança em nossa estratégia de marketing digital.

Precisamos estudar os fatos, porque com um número crescente de canais, você precisa de estatísticas para se certificar de ajustar e otimizar corretamente. Se o seu negócio depende de “marketing digital” para atrair uma audiência, então estes fatos serão definitivamente úteis para você.

Vamos pular direto para eles …

Prioridades contraditórias

Ouvimos “conteúdo é rei”, mas as coisas podem estar mudando lentamente. Às vezes, não importa quanto marketing digital você faz, não pode ajudar o resultado final – classificando seu Website. Por quê? Alguns dos melhores sites de classificação são plataformas que envolvem usuários dando ferramentas, interação, comunidades, etc. Eu não estou dizendo que você deve se concentrar na qualidade do conteúdo que você escreve, mas talvez mudar o foco de suas prioridades. Talvez você deva criar conteúdo que seja interativo e faça com que as pessoas executem uma tarefa, etc. Esses tipos de conteúdo encorajarão as pessoas a compartilhar, comentar e até baixar seu conteúdo. É tão simples como adicionar conteúdo, esperando que ele vá classificar, porque o Google procura o engajamento do usuário e tem sistemas inteligentes para rastreá-lo.

Taxa de rejeição é um bom indicador de envolvimento e até mesmo de ações. Em seguida, um aumento nos visitantes e tempo médio gasto no site. Pense nisso desta maneira…

YouTube.com e Wikipedia têm plataformas interativas onde as pessoas podem enviar conteúdo, vídeos e editar.

Uso do celular

Se você está investindo em marketing digital, concentre-se em redes que são compatíveis com dispositivos móveis. Foi afirmado que no uso “móvel” em relação à navegação, as conversões aumentaram com 1/3 de todos os usuários acessando através de smartphones. Se você não tem uma estratégia de marketing com foco nessas estatísticas, então você vai perder 1/3 das conversões em potencial. A próxima vez que você pensar em investir em marketing digital, preste muita atenção no seguinte …

  • Os anúncios são compatíveis com dispositivos móveis?
  • Possuo grandes parceiros móveis?
  • A Apresentação tem um claro apelo à ação?
  • Ofereço modelos diferentes para diversificar minha campanha de marketing?

O e-mail supera as mídias sociais

Não importa o tipo de crescimento que temos com os canais de mídia social, e-mail ainda traz conversões mais altas. Se você está se dedicando ao seu blog e tentando criar impulso, então é importante se concentrar na coleta de assinantes de e-mail porque é um funil para o marketing contínuo. Através do e-mail marketing você pode …

  • Aumentar o retorno de visitantes rapidamente
  • Comercializar novos produtos e serviços
  • Aumentar o ROI e as conversões
  • Focar no marketing de longo prazo
  • É muito rentável

Outras plataformas de marketing podem lhe custar um investimento enorme sem ver um ROI, mas uma vez que você tem assinantes de e-mail, você pode fazer o remarketing várias vezes sem pagar um centavo extra. Esses fatos são a razão pela qual o e-mail marketing continua a triunfar sobre os canais de mídia social.

Foco nos Aplicativos

Houve um enorme aumento no uso de aplicativos, o que você pode usar em seu benefício. Muitas redes de publicidade oferecem a opção de ajustar seus anúncios para exibir dentro de aplicativos. Diz-se que 67% dos usuários estão em aplicativos a todo momento, por isso certifique-se de aproveitar a sua popularidade. Como? Bem…

Parceria com aplicativos populares para celular para exibir seus anúncios fazem com que você possa aumentar o público em potencial. Em seguida, sempre fique à frente das tendências, à procura de novos nichos de parceiros de aplicativos relevantes. Desenvolver um aplicativo para o mercado e promover seus produtos é uma forma de eliminar o investimento ao comercializar em outros aplicativos e você pode criar, dessa forma, um modelo de lucro em seu próprio funil.

Reivente-se, mantenha o foco e atualize-se sempre!

Saiba como alavancar suas vendas com Marketing Digital. Entre em contato com a Gugs Consulting.

Tendências de Marketing de Conteúdo para 2017


Boa tarde pessoal! Separei pra vocês uma matéria interessante para quem gosta de estar antenado em tendências de conteúdo. Espero que gostem! Boa leitura!

Já faz algum tempo que estamos vivendo o momento do Conteúdo e acredito que 2016 tenha sido um ano mais que especial. Praticamente não há mais quem não saiba do que se trata e a sua importância indiscutível para o sucesso da presença online. Mas, como tudo, ele ainda precisa ser aperfeiçoado e 2017 poderá ser o ano ideal para isso. Acredito que essa é, na realidade, a verdadeira tendência de Marketing de Conteúdo para 2017: o aperfeiçoamento.
Separei três tendências que confio serem as principais e que poderão ajudar muito no que diz respeito a otimização, evolução do conceito e aperfeiçoamento constante. Quando levamos estes pontos em consideração, as chances de sucesso crescem consideravelmente.

1. Qualidade

Produzir conteúdo de baixa qualidade é fácil. Está aí o Facebook para provar isso. Quantas publicações completamente descartáveis não vemos todos os dias em nossa timeline? Infinitas, eu presumo. Se formos filtrar as realmente relevantes, não sobra quase nada. Quase nada mesmo. E aí que precisamos nos destacar. Seja qual for o formato do conteúdo, seja para um blog, para redes sociais e por aí vai, ter qualidade será um diferencial. Trazer algo concreto, bem embasado, útil e informativo é sempre essencial para o sucesso do mesmo.
Tenha um foco, defina onde o conteúdo será divulgado e com qual frequência. Trace um plano factível, desenvolva um calendário preciso e siga-o. Não se preocupe em ter três posts diários se nenhum for relevante. É preferível publicar um texto de alta qualidade por semana. Claro que se você puder publicar três textos relevantes por dia, excelente! Mas não faça por fazer. Lembre-se que, as vezes, menos é mais! Confie na Lei de Pareto. Provavelmente 80% do seu tráfego hoje, vem de apenas 20% do conteúdo gerado. Então pra que gastar tempo com o restante se ele não é efetivo?

Organização

Pensar em organizar o conteúdo é algo que ajudará muito no alcance dos resultados. Se for difícil se organizar, existem diversas ferramentas que podem ser úteis nesse processo. Nós sabemos que produzir conteúdo exige aquela organização básica e também uma dedicação extra para garantir que a criatividade vai acontecer. É preciso ler, se informar, estudar e conhecer muitos temas em profundidade. Eu gosto muito de utilizar o Trello para tudo, inclusive para organizar geração de conteúdo. Ele é uma ferramenta para gerenciar projetos, de qualquer tipo. Você cria cards, com tarefas e determina a data de entrega, o fluxo pelo qual ela passa, as categorias nas quais se aplica e muito mais. Vale o teste! Outra ferramenta legal é o Buzzsumo . Ele ajuda a identificar conteúdos relevantes no momento e quais os artigos que se destacam mais em cada um. Ela não ajuda propriamente na organização e tarefas, mas de ideias e prioridades. Neste material você encontra outras dicas incríveis de ferramentas gratuitas.

2. Vídeo

O melhor argumento para comprovar o sucesso do conteúdo em vídeo é o Youtube. Quem nunca passou horas consumindo um vídeo após o outro? E pior, sabendo que precisava parar para fazer outra coisa. Nem sempre os vídeos mais relevantes são os que prendem a atenção e recebem milhões de visualizações, mas eles possuem alguma coisa que chama atenção. Pense em como o seu negócio pode estar presente nesse formato e desenvolva o conteúdo pensando no seu público-alvo. Eles prefeririam consumir material educativo em vídeo? Ou algo mais emocional? Não importa. O importante é identificar a necessidade, definir os catchs e fazer uma edição diferenciada, do seu jeito.
Uma boa edição pode ajudar o usuário a identificar a marca no primeiro frame e isso pode ser de grande valia. Pode ainda parecer uma novidade, mas não é de hoje que esse assunto vem tomando força. Há algum tempo atrás, postamos no blog da KingHost, o Lab, um artigo tratando exatamente sobre o uso do vídeo no Marketing . O vídeo não precisa ser somente um conteúdo rico, mas pode ir além como um elemento a mais no momento da conversão em si, no processo de tomada de decisão do consumidor. Quer se inspirar? O Youtube, em seu próprio blog, listou os Anúncios Top 10 do Youtube em 2016 . É sempre bom entender o que está sendo feito e o que ainda é destaque no momento. Esse tipo de mídia anda muito rápido, então é importante se atualizar e aproveitar o momento certo.

3. CRO

Nem todas as mídias focam diretamente em conversão, mas o seu cliente poderá converter através de qualquer uma delas. Por isso, desenvolva seu conteúdo levando isso em conta. O CRO nada mais é do que a otimização da taxa de conversão. Ao criar um site, por exemplo, pense num conteúdo relevante para cada página, desenvolva uma boa descrição de cada produto, forneça as informações que o consumidor precisa. Cuidados assim podem elevar significativamente sua taxa de conversão, independentemente do canal e do objetivo que ele possui.
Além desse benefício, seu site também ficará melhor posicionado nos resultados de busca e, se for ecommerce, poderá inclusive ajudar em campanhas do Google Shopping, no Adwords. Então pense a respeito. Faça testes, descubra o que performa melhor, mas tenha sempre em mente que isso é sim importante. Nesse post falamos em teste A/B nos títulos do WordPress , por exemplo. Parece simples, mas já é um começo para entender o comportamento do usuário e as suas preferências.

Concluindo

Agora que você já sabe quais são as tendências de conteúdo para este ano que está recém começando, aproveite que ainda tem muito tempo pela frente e mãos à obra. Inclua esses itens ao seu planejamento e trabalhe neles para ter mais sucesso em 2017. Boa sorte!

Fonte: Dino

4 Motivos para Sua Empresa Aderir ao Marketing de Conteúdo


Toda mudança requer quebra de paradigmas e abandono de conceitos. Quando comecei a trabalhar com marketing de conteúdo, precisei entender a importância dessa prática para as empresas. Na verdade, precisei me livrar da ideia de que “quem usava blog” eram apenas adolescentes e garotas e então, livre de preconceitos, procurei me aprofundar no conceito de produção de conteúdo.

Pode ser que você esteja nessa fase em que me encontrei um dia, e ainda não consegue entender a importância do conteúdo para sua estratégia de marketing. Concorda? Então, aproveite pois hoje é seu dia de sorte!  Trago para você 4 Motivos para você iniciar esse trabalho hoje mesmo. Vamos entender o que é o marketing de conteúdo?

Se você trabalha com marketing, é natural que você leia artigos diversos, acompanhe feeds de notícias e acabe encontrando em meio a uma leitura, algo que impacte realmente, que desperte muito a sua atenção e ajude a resolver algo em meio às suas dúvidas acerca de um assunto específico. Pois é, isso é marketing de conteúdo.

Se a sua ideia é engajar com seu público-alvo e crescer sua rede de clientes e potenciais clientes através da criação de conteúdo relevante e valioso, atraindo, envolvendo e gerando valor para as pessoas de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e assim gerar mais vendas, você quer e precisas usar o “Marketing de Conteúdo”

O marketing de conteúdo vai além de textos de blog. Você vai entrar no universo dos vídeos, webinars, ebooks, infográficos, etc.

Os principais motivos que fazem a produção de conteúdo tão importante dentro das empresas são:

#1 O Marketing tradicional é bem mais caro”

É importante lembrar o impacto que o marketing de conteúdo tem, principalmente para empresas que estão começando e não contam com altas verbas para investir em divulgação.

Comece a dar valor à língua portuguesa e seja um estudioso no assunto. Alie isso a uma boa força de vontade e dedicação e,… Bingo: Você já está no caminho certo. Siga sempre os melhores experts no assunto, aplique suas técnicas e comece a viver resultados mais reais e positivos.

#2 Atingir o público alvo com assertividade é o que você procura

Cansado de colocar sua marca junto a dezenas de outras em meio a programas de audiência e não ter resultados? É realmente relevante e fideliza algum cliente? Seu público-alvo sequer chega a lembrar de todas as empresas que divulgam nesses meios tradicionais? Será que ele lembrará da sua marca?

Na maioria das vezes, o seu investimento está fracassado desde a concepção, sem chegar a quem realmente interessa. Sabe o que isso tem a ver com marketing de conteúdo?

Você consegue mensurar o público que realmente viu seu conteúdo, sua marca. Com um custo baixo, e com assuntos relevantes, você evolui a forma de anunciar e melhora a exposição da sua marca.

Apesar da resistência de muitos a aderir ao Marketing de Conteúdo, é questão de tempo para mudarem sua mentalidade. 

Comece agora a produzir textos interessantes, e veja os resultados diferentes que terá em suas ações.

Isso fará com que você fique cada vez mais engajado a escrever e o seu público irá aumentar, seu conteúdo ganhará credibilidade e relevância, até que graças aos seus textos – e claro, sua experiência – você terá milhares de seguidores e milhões de acessos aos seus conteúdos.

Escreva o que as pessoas querem ler. Falar naturalmente e entregar algo de valor é um grande diferencial!

#3 Melhorar o relacionamento com seus clientes é preciso

Se você se importa com o seu cliente e produz materiais exatamente para a dor dele, você está começando a construir um relacionamento com esse cliente.

Use conteúdos em todas as etapas do seu Funil de Vendas (ou seja, as etapas que seu cliente vai percorrer durante o percurso que estiver em negociação na sua empresa) para nutrir e educá-lo sobre o que tem sido conversado.

Eu vejo na prática como mandar um conteúdo ajuda muito mais do que simplesmente ficar falando durante 40 minutos algo que nem sempre o seu cliente vai ouvir ou absorver.

Isso te ajuda a garantir que ele lembre de você e não dá espaço para a concorrência!

#4 Criar uma comunidade é importante

Vivemos uma era sedenta por conteúdo. Nós podemos construir uma comunidade em volta do nosso produto e tornar-nos referência no que falamos. As pessoas confiam em quem entende do que fala e fala com propriedade.

Pode ser que exista um produto por trás das postagens que você irá produzir, mas crie uma comunidade para trocar ideias e agregar informações de valor. Isso aumentará seu Network e ajudará a enriquecer seu conteúdo.

Esse é o poder do marketing de conteúdo: transformar a forma como você enxerga o marketing que está fazendo hoje e a forma como o seu público te enxerga. Está esperando o que para começar?

Gustavo Funk é especialista em marketing digital e gestão estratégica de vendas e trabalha com Inbound Marketing e produção de conteúdo há sete anos.